Historial

Breve História da ANALGARVE - Associação de Natação do Algarve

 

 

A ANALGARVE - Associação de Natação do Algarve é uma pessoa coletiva de direito privado, que foi constituída em 6 de junho de 2003, no Cartório Notarial de Faro e sob a forma de associação sem fins lucrativos. Tem como atribuições a definição de valores e objetivos da natação regional, em todas as suas variantes e modalidades aquáticas, bem como o seu fomento e desenvolvimento. Como modalidade aquáticas entende-se a natação pura, o polo aquático, natação sincronizada, natação de águas abertas, natação adaptada, natação master e saltos para água.

Foram subscritores da escritura de constituição da associação, a PORTINADO - Associação de Natação de Portimão, representada por Paulo Costa, o Louletano Desportos Clubes, representado por Luis Ferreira e Júlio Borja e o Ginásio Clube de Tavira, representado por Fernando Minhalma e Ricardo Minhalma. Nesta fase, a associação desgina-se por ANALGAR.

A Associação de natação do Algarve, surgiu devido à necessidade destes três clubes Algarvios, que estavam associados na Associação de Natação do Sul, sediada em Évora, de reduzirem custos uma vez que as deslocações eram todas no Alentejo.

Foi então constituída a primeira direção tendo como presidente Fernando dos Santos Direitinho Minhalma. Devido à Lei das Incompatibilidades a direção tomou a iniciativa de se demitir provocando eleições, tendo saído dessas eleições uma lista encabeçada por Raimundo Henriques, vencedora, tornando-se presidente até ao ano de 2008.

Em 22 de novembro de 2008, foram eleitos os orgãos sociais sob a presidência de Paulo Amaral, que se manteve por dois mandatos, até ao ano de 2016.

Por decisão da Assembleia Geral de 12 de dezembro de 2009 e 31 de março de 2010, foi decidido proceder a alteração profunda dos estatutos da associação. Alterações efetuadas através de subscrição de escritura pública de 6 de agosto de 2010.

Decorria o verão de 2016, num prova com mar agitado do nosso Circuito de Mar do Algarve, duas pessoas se juntaram e entenderam que o rumo que a Analgarve tomava não era o mais correto, e nem o mais acertado. É verdade que já tinha havido algumas abordagens para se avançar, mas até esse dia nunca achamos ser o momento oportuno. Nesse mesmo dia, e enquanto se aguardava para saber se a prova era realizada ou não, a Carla Mendes e o João Bárbara lá se decidiram iniciar conversações para a constituição de uma lista a concorrer às eleições na Analgarve.

O primeiro passo era o convite ao futuro Presidente, tinha de ser alguém muito relacionado com a natação e de inegável prestígio desportivo, de preferência com currículo desportivo de relevo. Neste contexto, em que era preciso dar uma imagem de inovação, de futuro para a natação no algarve, logo surgiu o nome do Alexandre Agostinho. Convite feito e aceite.

Os convites para o nosso colega Luis Cabral e Silva e restantes membros de todos os orgãos sociais foram feito nos dias, semanas seguintes. Não foi difícil reunir o número de pessoas suficientes, quase todos nos aceitaram e agradeceram a iniciativa e vontade em prol do desporto e da natação em particular.

Foi assim que em 17 de dezembro de 2016, foram eleitos novos orgãos sociais, sob a presidência de Alexandre Agostinho, para o mandato do ciclo olímpico 2017 - 2020. 

 

 

Presidentes

Fernando Minhalma (2003)

Raimundo Henriques (2003-2008)

Paulo Rebocho Amaral (2008-2016)

Alexandre Escudier Agostinho (2017- )




-->